Dia Mundial da Água -Água, nós te amamos, nós agradecemos, nós te respeitamos.

Água, nós te amamos, nós agradecemos, nós te respeitamos. Assim o povo da
Tradição honra todas as águas. Por que águas, no plural? Porque, tal qual o planeta que
chamamos Terra, somos a maior parte água. Não suportamos viver sem água. Água é um
bem tão essencial que a consideramos um dom divino.


Quantas pessoas em nosso planeta sofrem com a falta de água boa? Por quê? Porque
água foi transformada em mercadoria, e privatizada, confere um grande poder para seus
donos. Por acreditarmos que água boa é um dom divino, tem direito a ela todos os seres
que na Terra vivem.


Temos dificuldade em cuidar tanto das águas internas como das externas. Nos nutrimos
com venenos e poluímos rios e mares. Não choramos, tememos expressar nossas
emoções, e assim as águas dos sentimentos deixam de fluir espontaneamente e ficam
bloqueadas, juntando traumas e dores.


Limpar sentimentos é parte significativa da cura para diversas doenças. Tratar a água
residual e poluída é parte significativa da cura do planeta e da nossa sobrevivência. É
preciso investimento para isso, existem impostos para isso, mas algo é fato; para que que
cumpra o ciclo da água como dom divino e direito de todos os seres, ela precisa ser
gratuita.


Nós, do Centro Nowa Cumig de Tradições Nativas do Rio de Janeiro, temos nossa atenção voltada para as águas, tanto as internas quanto as externas.

Buscando honrar nosso amor pelas águas, criamos cursos, vivência e rituais que possibilitem o autoconhecimento e a cura, e também participamos de reuniões para criação da REDA (Rede Ecumênica da Água), na qual um grupo formado por membros da sociedade civil e religiosas tem como objetivo
tornar visíveis e apoiar ações concretas pela manutenção do acesso a água boa para todos
os seres da Terra.

Acreditamos que fazemos parte de um todo, e se cada um se auto cuidar e cuidar do seu
entorno podemos tornar esse mundo muito melhor. E aqui rezamos pelas suas águas e
juntos esperamos rezar e agir pelas águas do planeta, as quais nós amamos, agradecemos
e respeitamos.

Cláudia Lobo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s