Atendimento Individual

O Atendimento individual é feito por Athamis Bárbara em consulta privada.

Para atendimento individual, necessário agendamento pelo telefone: 21- 992478261 (oi, whatsapp).

“Proponho iniciar por um RESGATE DE ALMA, depois um encontro para o trabalho com o CORPO DE CRISTAL (por onde viemos. antes de chegarmos à Terra); Com o corpo de cristal conseguimos também acessar o corpo físico e nesta sessão é possível tratar doenças e alinhar chakras. Limpeza de Relações (trabalho de limpeza guiado, ao som do tambor – a própria pessoa é levada a limpar o peso que vai se formando ao longo dos anos no convívio com os outros) . Outros atendimentos são disponíveis à medida da interação entre Athamis e o cliente. Todos os trabalhos são guiados pelos seus mestres espirituais.” Athamis

atendimento_athamis_A4

 

SOBRE A PERDA DA ALMA

human-soul-pic-drawing-1Em nossa sociedade, existe um fenômeno misterioso ocorrendo conhecido como “Perda de Alma” que ocorre em todas as pessoas de todas as idades, gêneros, raças e origens.

Os povos indígenas sabiam sobre a ocorrência de Perda de Alma por milênios e entendiam isso como o resultado de uma fragmentação interna causada por inconsciência, uma experiência traumática ou um choque intenso na mente e no corpo.

Quando experimentamos a Perda da Alma, uma parte de nossa Alma – ou essência viva – se ‘esconde’ ou se ‘fecha’, impedindo-nos de expressar e experimentar nosso verdadeiro potencial e totalidade como seres humanos. Muitas vezes, aspectos inteiros de nossa psique são completamente bloqueados ou reprimidos.

Embora para muitos de nós a Perda da Alma pode soar desconfortavelmente familiar, esta experiência é geralmente temporária, e com o Trabalho de Alma adequada estes elementos perdidos de nós mesmos podem ser reintegrados em nossas vidas.

 

O QUE É A PERDA DA ALMA?

Durante a minha introdução ao xamanismo e aos métodos de “resgate de alma” ritualística, a compreensão básica da Perda de Alma que é expressa é que partes de nossas almas viajam para outros reinos, ou realidades alternativas, às vezes sendo possuídas por espíritos. Na perspectiva xamânica, quando essas partes de nossas almas não são recuperadas, não podemos encontrar a conclusão interior ou a totalidade.

Antes da psicologia, essa era a única maneira pela qual as culturas primitivas podiam explicar um fenômeno tão comum a fim de encontrar maneiras de tratá-lo – e era imensamente efetivo.

A perda de alma é de fato a regra e não a exceção. Como indivíduos, a menos que nos tornemos Almas Despertas, perdemos nossa energia emotiva toda vez que nos identificamos com o nosso ego; Cada vez que procuramos nos sentirmos inteiros através de vícios, busca de estímulos, crenças dogmáticas, relacionamentos condicionais e workaholismo.

Além de nossa incapacidade de nos sentirmos inteiros, quando experimentamos a Perda da Alma, começamos a sentir sentimentos de fraqueza, fadiga, depressão, ansiedade e vazio. Nós só sabemos que algo está faltando em nossas vidas – mas muitos de nós lutamos para descobrir o que exatamente está faltando. Para entender a perda da alma como uma perda, ou desconexão, das partes mais vitais de quem nós somos, é sabido na psicologia como a “dissociação” – uma raiz de muitas doenças mentais.

 

A PSICOLOGIA ATRÁS DA PERDA DA ALMA

Uma vez que reconhecemos nossas almas (ou consciência) como uma intensidade de energia – qualquer coisa que cria uma redução nessa energia resultará em apatia, morosidade e depressão.

Criar um desequilíbrio dentro da psique é permitir que as partes individuais da personalidade (por exemplo, o self sombra, anima, animus, etc.) se tornem independentes e, assim, escapem ao controle da mente consciente.

O psicólogo Carl Jung entendeu esse processo como relacionado à nossa “libido psíquica”. Jung propôs que nossas personalidades psicológicas fossem compostas de diferentes “complexos” (ou partes do nosso sentido do eu), e o principal dos responsáveis pelo controle sobre todos os outros era o nosso “ego”, que é a imagem mental que temos de nós mesmos, ou o que acreditamos ser. Nossa energia consciente pode ser enfraquecida devido a um desses “complexos” escapando do controle de nosso ego e tornando-se autônomo, portanto, sangrando toda a nossa energia da “libido psíquica” e criando um desequilíbrio psicológico que quebra nossa totalidade natural.

Um exemplo extremo pode nos ajudar a entender melhor:

Imagine que uma criança é molestada ou abusada. A fim de lidar com a experiência horrenda, a criança escapa disso se desassociando, ou se separando, da situação. No processo de proteger-se, a criança cria vários alter egos, ou personalidades inteiramente diferentes dentro de si como um mecanismo de defesa. Em psicologia, isso é tratado como “transtorno de personalidade múltipla” (agora conhecido como Dissociative Identity Disorder). É fácil entender como culturas tribais teriam percebido isso como sendo a Perda da Alma. Mas, essencialmente, a dissociação psicológica é a maneira da natureza de proteger nosso organismo físico contra o trauma intenso e a perda, bloqueando essas situações feridas. No final, no entanto, é nossa responsabilidade proteger nosso organismo espiritual, nossa alma.

Mas a Perda da Alma, ou dissociação psicológica, não se limita a estes casos extremos e pode ser encontrado em diferentes graus na maioria das pessoas. Dependências, transtornos alimentares, distúrbios de identidade, estresse pós-traumático, depressão, co-dependência, narcisismo, baixa auto-estima e alterações de adaptação são causas comuns de Perda de Alma em nossas sociedades modernas superficiais, rápidas e materialistas, sem senso de sacralidade.

Uma jovem mulher que sonha em ser artista mas tem que viver de acordo com as expectativas de seu pai de ser médica vai perder um pouco de sua alma, ignorando uma parte essencial de seu ser. Ou suponha que a jovem vá em frente e siga seu sonho de ser uma artista, mas no fundo ela ainda depende da aprovação de seus pais. Ela, então, culpa os pais dela não assumir a responsabilidade de perseguir a sua paixão, ou ainda, ela cresce com baixa auto-estima, porque não vai ser aceita por eles. Esta história pode lhe parecer familiar.

Em seguida, você poderá observar em si mesmo a Perda da Alma. Você está experimentando isso?

 

SINAIS QUE VOCÊ PODE ESTAR EXPERIMENTANDO DE PERDA DA ALMA

Há uma variedade de sintomas físicos, psicológicos e espirituais relacionados à perda da alma. Quando experimentamos a Perda da Alma – ou partes de nossa alma “escondendo-se” ou se desassociando de nós – o resultado é uma perda de energia com alma ou a própria vitalidade. Essa perda de energia nos impede de viver vidas saudáveis, gratificantes e criativas. Às vezes, a perda da alma pode durar toda uma vida, resultando no desenvolvimento de uma pessoa autodestrutiva que muitas vezes nos referimos como uma “alma perdida” em nossa língua.

Para recuperar essas partes perdidas de nós mesmos, e para se tornar equilibrado e centrado mais uma vez, devemos primeiro identificar os sintomas da perda da alma dentro de nós. Abaixo você encontrará alguns dos sintomas mais comuns:

Memórias e partes de sua vida foram bloqueadas.

Você experimenta períodos fortes de depressão.

Partes dentro de si se sentem faltando ou quebradas.

Você experimenta um entorpecimento geral para a vida.

Constante sentimentos de medo ou ansiedade.

Você passa por longos períodos de insônia.

Você se sente perdido ou incompleto.

Você se sente como uma “pessoa diferente” após um evento de vida chocante ou traumático.

Você se sente preso ou incapaz de superar um determinado problema em sua vida.

Você se sente decepcionado com a vida.

Você sente como se houvesse múltiplos “eus” dentro de você.

Você tenta fugir voltando-se para o álcool, drogas, sexo, televisão ou ocupação excessiva.

Você se sente indigno de ser amado.

Você está experimentando uma noite escura da alma.

Você quer encontrar o seu propósito e significado na vida.

Você sente como se sua vida diária não tem sentido e que é orientado apenas pelas tarefas.

Você evita se sentir vulnerável e manter os outros à distância.

Você anseia por integridade e um sentimento de pertencimento.

Às vezes você sente que não está no controle de si mesmo.

Você se sente constantemente mentalmente ou fisicamente cansado por nenhuma razão médica diagnosticada.

Você tem sede de autenticidade e completa aceitação de si mesmo.

 

Para ser saudável, para se sentir completo e viver uma vida harmoniosa, você deve recuperar as partes perdidas vitais de si mesmo, aprendendo a viver uma vida de equilíbrio, autenticidade e auto-amor.

 

Encontrar os fragmentos perdidos e restaurá-los em sua vida é retornar à sua integridade inata, restaurar a vitalidade essencial que é a sua Alma. Aprender a reintegrar lentamente os elementos perdidos de sua Alma através da prática do trabalho espiritual é viver uma vida de alinhamento consciente, centrado no coração e corpo.

por Mateo Sol

 

http://www.theearthchild.co.za/21-signs-youre-experiencing-soul-loss/

 

“Encontrei essa rápida explicação na internet sobre Perda da Alma e a achei clara e objetiva. Me dei o direito de traduzi-la livremente. Athamis”